“Afaste sua criança do meu gay!”

As crianças, coitadas, não podem ver nada. Beijo gay, nudez, debate político… Nada é pra criança. O engraçado é que religião e novela são permitidas, mas tal julgamento de valor não me compete, sei lá. Sempre escutei que se educa uma criança pro mundo, mas nunca entendi que mundo era esse onde não tinha nada.

Continuar lendo

“Carta aberta aos heterossexuais: homofobia, poder e potência”

Recentemente, escrever isto tem se tornado necessário. Ao longo de minha trajetória escolar e até mesmo em minha vida adulta, como homem gay afeminado e cisgênero, enfrento algo comum a muitos como eu: a eterna suspeita de amigos heterossexuais e de suas famílias de que nós estamos “apaixonados”, ou que “daremos em cima”, ou ainda que “jogamos verde pra colher maduro”, ou que “nos engajamos em converter heterossexuais”.

Continuar lendo

Conheça os G0YS: eles não se acham gays, não fazem sexo anal, mas curtem homens

Esse post apenas mostra como o machismo se transmuta e coopta pessoas das formas mais bizarras e, por que não, risíveis

 

Por: James Cimino

 

Pois eis que navegando pelos esgotos da internet descobri, por meio do amigo Diboua, um site chamado G0YS.org. De que se trata? É uma comunidade para “caras que amam a masculinidade”, mas que rejeitam o rótulo de gays. Inclusive eles não gostam de “brincar com o ânus alheio”. O nome é grafado com um 0 no lugar do “A” da palavra gay e significa, numa tradução livre, a estaca zero da masculinidade. Mas eles gostam de homem, Arnaldo? Gostam sim. Mas então eles são gays, certo? Nãããooooo. Eles são G0YS (não me perguntem como se pronuncia). Não entendeu? Vamos ler um trechinho do manifesto?

Continuar lendo

Muito esforço por nada: o problema dos gays machões

A busca pela masculinidade absoluta faz com que muitos gays se privem das tantas possibilidades que a homossexualidade oferece.

Por: Marcio Caparica

man-grabbing-crotch

Esteriótipo do Machão.

A orientação sexual mais frágil que existe é a do homem heterossexual.

Continuar lendo

45 fotos para celebrar 45 anos de ORGULHO!

“Não há nada mais fraco, mais pusilânime, mais controlável que uma bicha. Elas são maricas, são fracas; incapazes de se defender ou agredir. Mas naquela noite não.”

Continuar lendo

Dia do Orgulho LGBT: gays e trans listam 10 motivos para comemorar

Foi ontem, mas no decorrer do dia li tantas matérias interessantes sobre o Gay Pride que selecionei algumas para postar aqui.

Continuar lendo

Como um artista conseguiu fazer críticas certeiras à sociedade com suas impactantes ilustrações

Descobrimos o trabalho do talentoso ilustrador espanhol Luis Quiles, voltado à abordagem de assuntos contemporâneos que vemos cotidianamente em jornais e revistas, tal como comportamento, preconceito, violência, política, religião, sexualidade, prostituição, entre outros. O que Quiles faz é transformar esses assuntos em ilustrações sarcásticas e impactantes.

Continuar lendo

Bárbara e Heitor: casal formado por pessoas trans enfrenta 11h de viagem para viver história de amor

Heitor Rezende sobre Bárbara Macedo: “Foi maravilhoso saber que aquela mulher do Facebook era real”

 

Quem poderia imaginar que uma simples sugestão de amizade feita pela ferramenta do Facebook poderia se tornar em uma nova – e contemporânea – história de amor – com direto a encantadoras fotografias?

Continuar lendo

O fracasso dos estereótipos de gênero

 

Média metragem de 50 minutos. Roterizado e dirigido por Fabio Oliveira, Príscila de Carvalho e Susana de Castro.
Nele se discute a participação da mídia na repetição de estereótipos relacionados aos dois gêneros. Temas como beleza, juventude, raça entre outros são abordados de maneira crítica.
Extraído de :  www.homorrealidade.com.br