Calendário traz modelos seminus em ambientes religiosos para combater a homofobia

Calendário traz modelos seminus em ambientes religiosos para combater a homofobia

O “Calendário Ortodoxo 2015” (Orthodox Calendar – OC) traz em seu novo ensaio modelos homens fazendo poses sensuais em cenários repletos de lembranças religiosas. A ideia do projeto, criado na Romênia por organizadores que preferem não se identificar, segundo o portal “The Huffington Post”, é combater a homofobia em regiões do Leste Europeu (área que compreende Romênia, Croácia, Bulgária, entre outros países) e Rússia. O calendário é lançado anualmente desde 2012 e este ano, pela primeira vez, será vendido em duas versões: uma, digamos, mais light, ou seja, com imagens mais discretas (custa por volta de R$ 57); e outra com fotos mais ousadas (mais de R$ 100).
Em 2013, o tema foi “Pela liberdade do discurso, união e tolerância”. Em 2014, o tema abordado foi “Amor é amor – Ortodoxo ou não”. O calendário 2015 tem a sigla S.A.L.I.G.I.A., que é um anagrama usado na Idade Média e que descreve, os sete pecados capitais. São eles: a soberba [orgulho], avareza [apego ao dinheiro], luxúria [desejo sexual incontrolável], inveja, gula, ira e preguiça (acedia em latim).
O enredo desta edição conta uma história que se passa ao sul de Moscou, onde alguns padres supostamente não acreditam que relações entre pessoas do mesmo sexo não são um sinal de apocalipse, como pensa o líder Kirill, Patriarca da Igreja Ortodoxa Russa. Apesar do calendário ser publicado desde 2012, vale lembrar que a Igreja Ortodoxa Russa afirmou, em fevereiro de 2014, que “leis que apoiam casamentos entre homossexuais representam uma ameaça à civilização humana”.
Ainda segundo Kirill, a legalização do casamento gay seria um “presságio [previsão] do apocalipse”. Um dos organizadores do projeto (ao todo são seis jovens com fé, principalmente ortodoxa, que criaram o calendário), contou, em entrevista ao “Huffington Post”, entre outras coisas, que o calendário de 2015 foi criado para “lembrar a humanidade que a homossexualidade não é um dos sete pecados capitais e que é fato que Jesus nunca se referiu à homossexualidade como pecado”. Quer ver as fotos do ensaio?
Veja direto no MSN
Anúncios

Deixar uma Resposta:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s